Flubetech e Eurecat-CTM participam no projeto de investigação de revestimentos avançados para melhorar o êxito clínico de próteses, implantes e instrumentos cirúrgicos.

 

Flubetech lidera o projeto Innoplasmed no qual participa com o centro tecnológico Eurecat-CTM. O objetivo da investigação é o desenvolvimento de revestimentos avançados para resolver os problemas de estabilidade química, mecânica e biológica identificados em materiais para próteses, implantes e instrumentos cirúrgicos.

 

O projeto está centrado na inovação de revestimentos obtidos mediante tecnologia de plasma de alta energia para aplicações biomédicas. Graças à tecnologia HPPMS (High Power Plasma Magnetron Sputtering)  será possível orientar os objetivos do projeto até uma solução para que o êxito clínico a longo prazo possa ser melhorado.

 

Os revestimentos serão processados a partir do desenvolvimento e implementação industrial de duas técnicas de revestimentos inovadoras baseadas em plasmas de alta energia: a pulverização catódica magnetrão com impulsos de alta potência (HPPMS) e a deposição e implantação iónica por imersão em plasma (PIIID).

 

O projeto Innoplasmed terá uma duração de 3 anos, um orçamento total financiável de 432.326€ e está financiado pelo Ministerio de Economia y Competitividad dentro do seu programa Retos-Colaboración 2015 del Plan Estatal de Investigación Científica y Técnica y de Innovación 2013-2016.